Sugestão de Leitura

Pobres e Ricos


A “Globalização Contemporânea” último estádio do Capitalismo?


No presente estudo pretendemos apenas chamar a atenção para a necessidade do olhar a sociedade contemporânea, procurando compreender a sua racionalidade com base nos factos que podemos observar e analisar, para lá das ideologias e dos discursos panfletários que procuram convencer, mais do que esclarecer. Esquece-se quase sempre que tanto a democracia, como os Direitos Humanos, como o direito de voto, como a igualdade de género, como a liberdade de expressão, como a segurança social, são fruto, não de uma benesse da “economia de mercado” mas foram conquistados ao longo do século XX pelas lutas operárias e camponesas, pelas greves e manifestações, pelas forças sociais que a “economia de mercado” sempre utilizou apenas como mão-de-obra necessária à criação de mais-valia, essa sim, não partilhada nem “democratizada”. 

«O Prof. Mário Moutinho, com este livro, chamou mais uma vez a atenção de que Lénine também tinha razão quando afirmava que “nada há de mais prático do que uma boa teoria”.» (Fernando dos Santos Neves – Criador da 1ª licenciatura portuguesa em Ciência Política)



Índice:

Prefácio

Introdução

1 – A construção do sistema capitalista: a concentração das empresas

2 – A concentração dos bancos e o capital financeiro

3 – O capital financeiro e os países capitalistas pobres

4 – A partilha do Mundo e o estado de Guerra permanente

5 – Um exército sempre presente

6 – A desigualdade da distribuição e a globalização da pobreza

Em forma de conclusão

Bibliografia citada

Índice de quadros

Índice de gráficos e mapas

Abreviaturas



O AUTOR:

Mário Moutinho foi docente na Universidade de Lisboa e actualmente na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. É Arquitecto DPLG pela Escola Nacional das Belas Artes de Paris, e doutorado em Antropologia Cultural pela Universidade de Paris VII-Jussieu / Universidade Nova de Lisboa.


Publicou A Arquitectura Popular em Portugal, Introdução à Etnologia, e História da pesca do Bacalhau, por uma Antropologia do Fiel Amigo, na Editorial Estampa e entre outros o Indígena na Ideologia Colonial Portuguesa nas Edições Universitárias Lusófonas.
É autor de vasta bibliografia na área da Sociomuseologia e do desenvolvimento Cultural e Social.

Detalhes:

Ano: 2011
Capa: capa mole
Tipo: Livro
N. páginas: 254
Formato: 23x16
ISBN: 978-989-689-078-0

Comentários