Sugestão de Leitura


Monte Siano
texto de Hélia Correia





As fotografias apresentadas neste livro fazem parte de um trabalho realizado pelo autor em 2002, durante a Festa de S. Brás (que se realiza no dia 3 de Fevereiro), no Monte Siano (designação arcaica do Monte de S. Brás), na Nazaré.






"O registo revela o impossível: permite ver uma bacante em pleno transe sob um leitor de discos ou cassetes. Como se o tempo e o lugar se distorcessem, uma foto reúne ambientes que ninguém até então sonhou conciliar: a toalha não se acha sobre a mesa, o tapete não se acha no soalho, o cavalo avizinha-se dos pratos: a domesticidade deslocou-se e o pinhal, com o seu sujo, é uma casa. A menina da auréola olha com matreirice, pronta a crescer e a desafiar, numa terrena determinação. As noivas deambulam entre cardos, numa demanda totalmente alheia a uma bonomia conjugal. […]

A noite que vem cedo é entendida como um reforço na beleza das fogueiras. Aliada do caos e da embriaguês, naturalmente não afasta os celebrantes. Que temos nas imagens? A consequência do muito que bebeu o tocador que adormeceu, talvez, ou não consegue dedilhar já o seu acordeão. A menina que toma a cargo a música, como quem ergue na batalha o seu estandarte, só mãos e rosto e o chapéu contra o luar. Os corpos aquecidos pelo álcool e pela excitação a que a pin-up pregada ao tronco não será alheia. E há, enfim, o sorriso da mulher, envolta nos seus panos do oriente, a caminhar na nossa direcção. Saiu do fundo, carregada de beleza e de luz. Parece que o esplendor está dentro dela e que um novo começo é oferecido."
(Hélia Correia) 

Comentários